Dias difíceis...

Oi, queridas!

Sumi né?

Pois é, o último, sei lá, um mês e meio, não tem sido nada fácil... agora que as coisas parecem "mais em ordem" me sinto melhor pra vir aqui contar pra vcs...

Dias ruins todo mundo tem, né? Lógico! O complicado é quando vc passa por dia ruim, após dia ruim, e vem tudo de uma vez, tornando-se quase uma fase insuportável!

No início de fevereiro, como vcs sabem, voltei ao trabalho. Não é nada fácil levantar antes da 5h da manhã depois de acordar a noite inteira... eu estava um belo de um zumbi... mas calma, que ainda tem mais rs

Nessa mesma semana, a médica da Lili receitou (na consulta de 14 meses) o uso de um vermífugo. Para o nosso desespero, a coitadinha teve todas as reações adversas descritas na bula, foram 3 dias de sofrimento! Ela vomitava várias vezes ao dia e por isso parou de comer. Teve diarréia e por consequência, cólicas instestinais sinistras... e pra completar, por causa da diarréia, pela primeira vez na vida, ela assou :(

Passada a "fase vermífugo" o horário de verão acabou e o relógio biológico da bichinha surtou! Queria dormir as 18h e acordava no máximo as 5h 5:30h O.O o que eu achei que demorariam poucos dias pra ela se adaptar duraram quase 1 mês e meio! Sim! Agora que ela tá voltando ao ritmo normal!

Então, o dente de cima chegou chegando com tudo. Os dois de baixo deram reações bem leves, aí me assustei com a "fase do dente". Já descobrimos que Alice tem a gengiva bem grossa, então a fase entre o inchaço, o incômodo e finalmente rasgar a gengiva foi beeeeem demorado e bem doloroso! E dá -lhe chororô sem parar e mais diarréia! E foi quase 1 mês pra esse dente finalmente rasgar! E olha que ainda é o terceiro #medo

Aí no ínicio de março qdo eu pensei que as coisas estavam acalmando, lá fomos nós para as vacinas de 15 meses...

Até então, Alice NUNCA tinha tido qq tipo reação a nenhuma vacina, tipo chorava na hora e logo já estava novinha em folha.

Mas essa vacina de 15 meses... quase acabou com a menina! Foram quase 72h de puro sofrimento! Ela chorava descontroladamente, não podíamos nem encostar! Pregou em mim como um carrapatinho e só queria colo, mas eu mal podia pegar nela :( além disso, foram mais de 48h de febre (não alta, mas sem parar), diarreia e sintomas de resfriados (nariz escorrendo, espirros...) que a médica disse ser td reação da vacina... credo! Ainda bem que agora só com 4 anos! (fora as campanhas)

E quando td já tava lascado mesmo... o corpo da mamãe não aguentou, o cansaço, o estresse, o sono e o peso do bebê-carrapatinho... e a mamãe que já tem problemas sérios de coluna, travou completamente... agora estou na base do antiinflamatório e aguardando a consulta essa semana.

Agora Alice está em uma fase melhor, graças a Deus... afinal, tudo passa, né? rs

Seria engraçado, se não fosse trágico kkkkk

Bjos!!!! Boa semana pra todas!!!!


Ser mãe de menina...

No dia 5 de julho de 2013, com 16 semanas de gestação descobri que o bebê que esperava era uma menina.

Lógico que eu teria amado do mesmo jeito se soubesse que teria um menino. Mas estaria mentindo se dissesse que nunca sonhei em ser mãe de menina. 

Claro, pra usar rosa, laços, babados, frufrus. Mais futuramente batom, salto alto...
Mas também viver comigo tudo o que sempre amei quando criança: brincar de bonecas, acreditar em contos de fadas, sonhar com princesas.

E desde aquele "é uma menina!" meu mundo tornou-se bem assim. 

Hoje tenho a minha "boneca" viva, a minha princesinha. E mesmo que ela quase não aceite mais os laços e enfeites, eu realizo com Alice meu sonho de ser mãe de menina. 

Mas também que fique claro que o que ela escolher pra si em seu futuro, me deixará igualmente cheia de orgulho. Se ela gostar mais de azul do que de rosa, ou gostar mais das vilãs do que das princesas, eu a amarei e a apoiarei sempre. 

Pq mais do que uma princesa, quero cria-la como uma menina forte hoje e como uma mulher bem-resolvida em breve. Alguém que se valoriza, que contribui para a sociedade, que tem opinião e personalidade. Alguém que luta por seus sonhos sempre. E vence!


15 meses de Alice!

Oi, queridas!

Dia 6 minha pitoca (oi? Ou devo dizer minha mini-mocinha? rs) completou seus 15 meses de vida!

Não, o dentinho de cima ainda não rasgou (embora esteja suuuper inchado e judiando da minha pequena...)

E não, ela ainda não andou sozinha! E ao contrário do que eu imaginaria, eu continuo super tranquila com relação a isso (diferente dos palpiteiros de plantão)

Maaaassss....

Continua comendo super bem graças a Deus!

Continua dormindo super mal também! haha

Continua super tagarela, super sociável, super risonha!

A cada dia aprende novas palavrinhas, canta a música da Popó que é uma graça rs faz a dança do Pintinho Amarelinho.

E eu a cada dia aprendo algo novo com ela! Um amor que só cresce! Como pode?!


Somos guerreiras!

Ontem foi o "dia internacional das mulheres".

Eu pelo menos nunca precisei de um dia para me sentir especial em ser mulher.

Sempre achei maravilhoso ser mulher, mesmo com tantos "contras" que ainda as vezes precisamos enfrentar.

O fato é que tenho muito orgulho em ser mulher, orgulho que só cresceu depois que me tornei mãe.

Só de termos o privilégio de gerar uma nova vida em nossos corpos já nos torna muito especiais, seres escolhidos por Deus.

Só nós podemos sentir os movimentos de um bebê em nossas barrigas. Só nos podemos ser fonte da sua alimentação em nossos seios. Só nós, muitas vezes abrimos mão de planos e sonhos pela criação de nossos filhos. Só nós conseguimos entender o choro e cuidar de cada necessidade de nossas crias. Só nós temos esse instinto especial.  Só nós conseguimos nos desdobrar em muotas, mãe, esposa, dona de casa, profissional e conseguimos fazer tudo com dedicação.

Somos mulheres, somos mães, somos guerreiras!

E temos mto do que nos orgulhar. Não só no dia de ontem, como em todos os dias!

FELIZ DIA DA MULHER!!!

As duas mulheres da minha vida: minha mãe e minha filha